PERFIL

Nil de Sousa começou fazendo pequenos jardins em residências de amigos. Após a conclusão do curso de Paisagismo pela Universidade de Brasília, tornou-se um profissional atuante. Seu primeiro desafio foi recuperar dois grandes projetos de Burle Marx, Os Jardins do Palácio do Jaburu e Palácio da Justiça, além disso participou da fundação e posteriormente presidiu a Associação de Paisagistas de Brasília.

Para Nil, o processo de criação deve ter sempre um sentido maior do que somente a preocupação técnica, pois a estética é fundamental e sempre determinante. Seus projetos apresentam características diversas, mas cada um ilustra de maneira única a conexão sensível entre homem e natureza.

 

Seus jardins trazem, quase sempre, perfeita harmonia nas relações entre: formas, volumes e cores.