A integração entre arquitetura, paisagismo e arte está presente no Jardim de Entrada e Bilheteria da CasaCor Brasília.

Com 273 m², a proposta apresenta um ambiente fluído que une três áreas de entrada.

O projeto é composto por um jogo de planos e volumes, que sucessivamente criam ambientes fechados e abertos que enquadram o paisagismo externo. O acesso principal começa pelo jardim com uma inusitada mistura de vegetações composta por várias espécies de capim combinadas com palmeiras, patas de elefante e jardins verticais.

Em seguida, a galeria de arte apresenta-se como elemento transitório e traz nas obras do artista plástico Muha Bazila o tema da mostra: Celebração.

A bilheteria incorpora os tradicionais elementos da casa brasileira com simplicidade e aconchego. Entre os destaques está o balcão que foi colocado como um elemento autônomo no espaço.

O grande objeto é inusitado e marcado por formas geometrias triangulares, que se contrapõe

ao paisagismo orgânico e delicado do ambiente aberto e na simplicidade da parte externa.