Paisagista de Brasília, Nil de Sousa vai abrir escritório em Portugal

Um dos mais renomados profissionais da capital vai levar seus jardins para a Europa

Brasília não leva o nome de cidade-monumento à toa. São prédios e edificações que mais parecem obras de arte ao ar livre. Outra alcunha justa seria capital-jardim, graças às incríveis obras de Burle Marx (1909-1994) espalhadas pelos palácios e entrequadras.

O paisagista é um dos modernistas que ajudaram a construir a capital, ao lado de Lúcio Costa e Oscar Niemeyer. O responsável pelos jardins do Itamaraty, entre tantos outros, foi a inspiração de Nil de Sousa, do The Garden. O artista da cidade agora prepara voos maiores, com um escritório na cidade do Porto, em Portugal.

Entrevista RecordNews -Empresários de Sucesso
Projeto premiado Casa Cor Brasilia - DF, Brasil

Portugal

Jardim com dois Lounges

 

Nil de Souza criou este jardim de mil metros para uma família que gosta muito de receber os amigos em casa. Por isso, desenvolveu dois lounges para o melhor aproveitamento do espaço: um embaixo de uma mangueira de sombra larga e outro próximo ao lago.

 

A iluminação seguiu tons naturais e faz uso de pequenas cabaças.

O terreno tem um grande declive, por isso, foi criada uma escada e, na ligação dos níveis, foi instalada uma jardineira. Outra intervenção encantadora foi a passarela em grandes formas, que liga a casa ao lounge no jardim.

 

Piscina Natural

 

Nill de Souza quis ir além do paisagismo convencional e resolveu criar uma piscina viva neste projeto. O lago natural não é apenas como um ser vivo, mas um bioma inteiro, e todas as suas partes são codependentes, para o seu pleno funcionamento e saúde.  Quem mais ganha com o sucesso da intervenção são os moradores da casa, que agora vivem um pouco da natureza em sua forma bruta.

Um jardim para Monet

 

Atualizado 26/11/2014 ás 12:27 em CASA CLAUDIA

 

Nada mais apropriado para amenizar o clima seco do Planalto Central do que um lago de águas cristalinas. Em torno dele, Nil de Sousa concebeu um jardim que lembra as telas de Monet.Estilo rústico, madeira, aconchego, natureza. Certamente essas não são as primeiras palavras que vêm a mente quando você pensa na capital federal. Pois está na hora de rever seus conceitos e conhecer a 23ª Casa Cor Brasília, que ocupa mais de 7 mil m² de uma antiga construção no Setor de Indústrias Gráficas (SIG). Apesar da locação, não são o concreto e o estilo industrial que dominam os 45 ambientes apresentados, embora essas referências estejam presentes de diversas formas.

Paisagismo e Residência

Anual Design

 

A área de 30.000m² do paisagista é constantemente reinventada. Para este projeto de Nil de Sousa foram utilizados elementos clássicos, com toques tropicais. O grande e impecável gramado foi inspirado em palácios e castelos europeus. Já a área de lazer tem elementos do verão e da cultura brasileira.

Um Jardim para Monet